Quatro tendências em logística que podem mudar a realidade da sua empresa

Antes do ano iniciar, efetivamente, empresários já se organizaram para fazer deste um ano bom para os negócios, levando em consideração, principalmente, a expectativa da volta do crescimento econômico depois da estagnação vivenciada em 2017.

Esse ano, em que todos se encontram mais otimistas com o mercado, é perfeito para se pensar em tendências, fazer ajustes e apostar em investimentos assertivos, especialmente os ligados a tecnologia.

Aproveitando a ideia de que pessimismo não combina com o perfil do empresário brasileiro, estar atento às tendências de logística, pode ser um ponto crucial para sair na frente em um mercado em que as novidades tecnológicas surgem a todo momento.

Pensando nisso, separamos quatro tendências em logística que pretendem fazer diferença em 2018:

Transporte autônomo

Muito mais do que uma invenção futurista para reduzir custos e extinguir a figura do motorista de caminhão, o transporte autônomo, como é chamado, vem para dar ao empresário mais controle sobre suas cargas, mesmo estando a quilômetros de distância. Saber precisamente informações como tempo de chegada e temperaturas da carga, já são preocupações presentes e que não precisam, obviamente, de um caminhão fantasma para obter as respostas desejadas, mas é um caminho que estamos trilhando para chegar a essa novidade em logística. Muitas coisas ainda precisam ser revistas, como a precariedade das nossas estradas, por exemplo, para que possamos contar com essa tecnologia, mas olhar para o futuro é determinante para que possamos evoluir inspirados por exemplos de sucesso fora do nosso país.

Logística verde

A logística verde é a preocupação com todo o processo de saída, transporte, armazenamento e recolhimento de produtos ao final de sua vida útil, cuidando para que não haja emissão de poluentes e nem agressões ao meio ambiente. Ela ocupa o papel principal na melhoria da reciclagem do nosso país quando falamos principalmente de produtos eletrônicos; remédios; embalagens de óleos lubrificantes e agrotóxicos; e lâmpadas fluorescentes.

Essa tendência, para se tornar um sucesso absoluto por aqui, necessita de um equilíbrio sustentável de três pilares: financeiro – social – ambiental, de modo que todos os lados saiam beneficiados.

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), nós já estamos bem avançados nesse quesito, com descartes corretos das embalagens de produtos de agrotóxico e fabricantes que fazem uso de recipientes de vidro e lata que também atuam ativamente com o processo de reciclagem e recolhimento de embalagens após o descarte. Ainda temos muito para avançar, mas estamos no caminho certo.

Drones

Já conhecidos por todos nós, os drones são grandes apostas para as empresas, principalmente quando falamos de entregas de produtos com um determinado limite de peso. Como observador de plantações ou como câmera extra em transmissões que envolvem um grande número de pessoas, eles já são bem conhecidos. Mas os drones ainda podem ser usados para salvar vidas com entregas de remédios em localidades distantes dos grandes centros urbanos e, pasmem, até para entrega de pizzas já estão sendo cogitados por uma pizzaria famosa dos Estados Unidos.

Não sabemos ainda o real impacto dessa tecnologia quando falamos em logística, mas são de fato uma grande aposta para reduzir o tempo de entrega de determinadas mercadorias fugindo do caos que se transformou o trânsito nas grandes cidades.

Logística Reversa

Por que ainda temos receio de comprar algo on-line aqui no Brasil? Muitos responderiam que é pela complicação da troca ou devolução do produto adquirido. Então, a logística reversa vem justamente para resolver e acabar de vez com esse receio do consumidor. Ter esse processo claro e eficiente pode alavancar as vendas. Na França, por exemplo, 45% das calças jeans compradas on-line são devolvidas às lojas, enquanto no Brasil boa parte dos clientes ainda evitam “se arriscar” comprando pela internet. Um investimento que traz credibilidade para a empresa junto ao consumidor final do produto.

 

A GoodStorage é o maior rede de self storage de São Paulo, com 10 unidades localizadas em pontos estratégicos. A GoodStorage oferece a locação de box de 1m² a 100m² para armazenar o que tem valor para a sua empresa pelo tempo que precisar, com flexibilidade e segurança. Solicite o seu orçamento.