BLOG GOODSTORAGE

Uma profissão muito além do óbvio

Imagem ilustrativa do post

Especialista em gestão documental, bacharela em biblioteconomia e ciência da informação e, há cerca de 10 anos, atuante na área arquivística, além de outras especialidades.

Para celebrar o dia de hoje, convidamos Iris Larissa Gomes, 30 anos, que trabalha na curiosa profissão de arquivista, uma área que vai muito além de simplesmente guardar pilhas e pilhas de documentos.

Ainda que não seja formada em arquivologia, Iris é considerada arquivista-bibliotecária pois, de acordo com a Lei nº 6.546 de 04 de julho de 1978, é considerado arquivista toda pessoa que se formou em arquivologia, fez o técnico de arquivo ou atua na função há mais de cinco anos ininterruptos.

Sendo assim, com vocês, nossa entrevistada de hoje, a arquivista, consultora e assessora documental e de processos, Iris Larissa.

GS: Por que escolheu essa profissão?

Iris: Pela necessidade de me sentir útil. Gosto de prestar serviço, de ver as coisas acontecerem de maneira padronizada, redonda, e de resultados ágeis, o que exatamente é proposto pela área: disseminação da informação de maneira ágil e fidedigna a quem tem necessidade dela.

GS: Como arquivista, qual a maior demanda que você recebe?

Iris: Aplicação de temporalidade para arquivamento de documentação inativa (arquivo morto), pois existe sempre aquela dúvida sobre guardar ou jogar fora e, para evitar maiores problemas futuros, vale a pena analisar se a documentação tem algum valor legal, fiscal ou mesmo histórico, antes de se desfazer dele.

GS: Quando falamos em arquivar, logo pensamos em documentos importantes, está certo esse raciocínio?

Iris: Sim, o raciocínio está correto, mas a aplicação não é tão clara. Comumente nos deparamos com documentos “velhos”, não históricos; a maioria das pessoas parte do pressuposto de que se o documento é “amarelado”, é valioso; não necessariamente, bem como o assunto “sigilo”, também bastante confundido com “confidencial”.

GS: Por que arquivar é importante?

Iris: A humanidade produz muito conteúdo ao longo de sua história, e registrar isso de maneira a ser compreendida pelo maior número de pessoas e poder ser acessado quando se fizer necessário, é de suma importância, pois falamos de legado, as informações devidamente tratadas, armazenadas e disseminadas, são de conhecimento a ser agregado (por todos).

Imagem ilustrativa do post

GS: Como podemos usar essa forma de organização no dia a dia, em casa? E no trabalho?

Iris: A organização se faz necessária em todos os âmbitos da vida e não necessariamente existe uma obrigação de se organizar “assim ou assado”, devemos partir da realidade de cada pessoa, empresa, processo de rotina etc. Mas o que acho importante frisar é que, principalmente no ambiente de trabalho, a organização deve ser clara e objetiva, independente se por cores, códigos, ordem alfabética ou numérica, gênero etc.

Mantenho o blog: Arquivista Bibliotecária em Projetos,  sobre variados temas voltados à biblioteconomia, arquivologia, processos e projetos, onde num dos artigos cito de maneira prática,  como organizar documentos pessoais.

GS: Acha que tem campo nessa área para pessoas que queiram ingressar?

Iris: Sim, ainda não muito divulgado e quando divulgado, não muito valorizados, tanto monetariamente, quanto em consideração à atividade executada, mas o “boom” de informação em que vivemos tende a fazer muito maior a busca de profissionais da informação e suas soluções físicas, digitais e/ou de vivência em ambientes com ações de gestão do conhecimento.

GS: Mudou alguma coisa na profissão desde quando você iniciou para os dias atuais?

Iris: Sim, principalmente na área tecnológica, pois a cada dia novas soluções são desenvolvidas, o que requer uma atualização contínua, multifacetada e interativa desses profissionais.

GS: Você acha que um self storage pode ser uma boa solução para arquivar?

Iris: Sim, quando o objeto/documento a ser guardado não dispõe de muitos exemplares iguais ou muitas informações que lhes acrescentem valor quando procurados, já no caso de documentos, pastas, DVDs, mapas ou mesmo brinquedos, peças que necessitem de maior especificação e controle para inventário datado, aplicação de temporalidade de guarda, condições específicas para a guarda de determinado material, ou mesmo se tratando de peças que venham a contribuir historicamente para a humanidade ao longo de sua existência, o termo “self” pode ser entendido sem o devido valor, peso, importância que o conteúdo a ser mantido arquivado possa ter.

GS: Qual a dica que daria para as pessoas que não sabem por onde começar?

Iris: Identificar sua real necessidade, mas sempre projetando um possível crescimento ao longo do tempo, bem como o possível acesso de terceiros (por algum motivo específico), pois a caracterização da organização padronizada é a fácil localização e identificação do objeto/informação, ou seja, sempre manter um check list numerado ou codificado com tipologias documentais padronizadas, cores que facilitem diferenciação de assuntos, ordenação por tamanho, tipo, etc. E uma vez iniciada, a ordem deve ser mantida, bem como qualquer alteração, documentada em algum lugar para controle.

GS: O que mais a agrada nessa profissão? O que diria para quem pretende ingressar nessa área?

Iris: Sensação de utilidade, de fazer parte de um todo, de solucionar e facilitar, sendo assim, o que deixo como incentivo para quem tem interesse pela área é: estude. Saiba de tudo um pouco. Tenha um olhar atento às variadas possibilidades e necessidades que uma comunidade específica venha a ter quanto aos bens a serem arquivados, independente do suporte/formato e procure ser o mais racional e simples possível, pois o principal é a recuperação disso.

Imagem ilustrativa do post A GoodStorage é o maior rede de self storage de São Paulo, com 12 unidades localizadas em pontos estratégicos. A GoodStorage oferece a locação de box de 1m² a 100m² para armazenar o que tem valor para você pelo tempo que precisar, com flexibilidade e segurança. Solicite o seu orçamento.

GoodStorage na mídia

Mais VocêExameEstadãoG1Folha de São PauloJornal da Band
Ligar Faça um orçamento Orçamento Chat Online Chat Online Entre em contato Email 11941251521 Whatsapp